2018-2019

“Vozes do Mundo”

 

A Assembleia Geral da ONU anunciou que 2019 será considerado o Ano Internacional da Moderação e das Línguas Indígenas através das decisões A/RES/72/129 e A/RES/71/178, respetivamente. Estes documentos relevam os idiomas que têm desaparecido e destacam a necessidade de preservar e revitalizar a diferença num mundo cada vez mais globalizante. O objetivo é chamar a atenção para o estado do mundo, onde cada vez mais falta a paz e a segurança para muitos povos, e onde muitos dos seus direitos são esquecidos.

http://www.un.org/en/sections/observances/international-years/index.html

Com efeito, todos os dias somos confrontados com imagens e notícias perturbantes, consequência de posições extremistas, que nos desrespeitam, a nós, e o mundo que habitamos. Neste sentido, é urgente refletir sobre esta temática e definir estratégias para agir no presente e garantir um futuro sustentável, equilibrado e justo.

 Um dos caminhos incontornáveis para atingir este fim é o da educação, fundamental para a construção de um conjunto de saberes promotores do diálogo, do respeito mútuo e da compreensão. Saber ouvir, ouvir os outros, ouvir-nos a nós próprios, ouvir o nosso planeta, que tanto se tem queixado.

Assim, durante o ano letivo 2018/2019, o Externato Champagnat compromete-se a promover aprendizagens e a sensibilizar a comunidade educativa para a necessidade da moderação, enquanto capacidade de evitar o conflito, encontrar a justa medida e aceitar a diferença, em todas as circunstâncias.

Tudo isto só será possível escutando as vozes do mundo. 

Última alteração: Domingo, 11 de Novembro de 2018 às 00:43